Maldivas Low Cost em 5 passos

Recentemente as Maldivas, por iniciativa governamental, deixaram de ser apenas um destino de luxo, dominado pelos resorts. É possível neste momento visitar as Maldivas em modo lowcost, em guesthouses, usufruindo deste paraíso na terra. Só tem de organizar rigorosamente a sua viagem.

Se é este o seu sonho, siga os meus conselhos:

1- Economize nos transportes

Defina um destino onde o ferry público possa chegar. Se o seu destino não for visitado pelo ferry público, a alternativa seguinte mais económica é um speedboat. No entanto esta alternativa é bastante mais dispendiosa que o ferry público. Deve verificar  rigorosamente os dias e horários de ida e regresso dos ferrys públicos para esse destino.

2- Poupe na estadia

Defina um destino onde existam guesthouses. Em algumas ilhas, apenas existem resorts, não sendo possível visita-las. Pesquise quais as ilhas onde existem os alojamentos mais económicos e faça a reserva.

3- Economize em estadias intermédias

Se tiver de pernoitar em locais intermédios, antes de chegar ao seu destino, verifique também transportes e estadia económicos para esses locais. Por exemplo, na minha viagem à volta do mundo, antes de me deslocar para Rashdoo, tive de pernoitar uma noite em Malé City.

4- Poupe nas atividades

Deve negociar o preço das atividades (snorkling, mergulho com botija, passeios de barco, etc) com a guesthouse ou fazer alguma atividade por iniciativa própria. Leve o seu próprio material de snorkling na mala, pois por vezes as maravilhas subaquáticas das Maldivas estão à sua porta.

5- Usufrua de um dia num resort de luxo

O preço de passar um dia num resort de luxo é bastante mais reduzido do que pernoitar lá. Verifique antecipadamente a possibilidade de passar um dia num resort de luxo sem pernoita, e usufruir do “outro lado” das Maldivas.

Share some Love:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *